quarta-feira, março 14, 2007

Câmara de Coruche recebe dois lotes como pagamento de dívida

A Câmara de Coruche aceitou como dação dois lotes de terreno da urbanização do Pinhal, Vale Verde, para colocar ponto final a uma dívida de 97.335,33 euros que a empresa Habisôr tinha para com a autarquia. O montante refere-se às despesas efectuadas pela câmara em infra-estruturas naquela urbanização que a empresa não realizou por dificuldades financeiras. Com a entrega dos lotes seis e sete (com cerca de 1.350 metros quadrados) à autarquia fica saldada a dívida, que remonta a 2002.

Segundo explicou o líder camarário, Dionísio Mendes (PS), o valor da hipoteca dos dois lotes realizada em 2002 foi de 75 euros por metro quadrado, ao passo que em termos do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) o seu valor actual foi estimado em 67 euros/metro quadrado. “Entendemos fazer uma proposta de meio-termo, a 72 euros/metro quadrado, valor que entendemos ser suficiente e razoável para cobrir a dívida em causa”, esclareceu.

O vereador da CDU, Rodrigo Catarino, preferiu abster-se na votação por considerar que ainda existe uma diferença substancial entre o valor de mercado apurado e o preço estabelecido pela autarquia.
O Mirante On-Line

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial