sábado, junho 11, 2005

Um Dia de Praia.

Hoje ao acordar, ainda ressacado, da noite anterior muita agitada de copos! Liguei a rádio e o que foi que ouvi? Arrastão na praia de Carcavelos! Onde estamos nós? Onde vivemos? Que país é este sem segurança?
Faz-me lembrar as notícias que vêm do outro lado do atlântico, onde praias, auto estradas são varridas por pessoas sem compaixão sem escrúpulos, levando todos os bens de pessoas que por ali se encontram… Imagine-se ao sair de casa, a um domingo de manhã, com a sua família, cujo o destino é a praia. Depois de algum tempo de viagem, os miúdos já saturados e com todos os pretextos para você fazer uma paragem, para uma “miginha”, ou simplesmente para uma esticadela de pernas. Sim pararam, você comprou o jornal, os miúdos foram à casa banho, sua esposa tomou um cafezinho e fumou mais um cigarro! Enfim, depois de meia hora lá vai a família de regresso ao automóvel para seguir viagem, o ar condicionado deixa de funcionar! O seu dia não está a começar bem… Mas com os vidros abertos, ouvindo a música dos miúdos em altos berros, chegam finalmente à praia. Com as geleiras, o guarda sol, as cadeirinhas, os insufláveis, e outra tanta tralha lá vão todos pelo areal fora, finalmente encontram um sítio agradável, boa vizinhança, aqui e ali um top lesse. Bom local para se passar um agradável dia de praia! Depois da tralha toda espalhada, finalmente estão todos a gozar em pleno do merecido descanso de domingo e ainda por cima na praia! As coisas até estavam a correr bem…quando de repente você já meio adormecido, ouve gritos aflitivos, não é que a praia está a ser invadida por um grupo de assaltantes! Que faria? Qual o seu estado de espírito para continuar o seu domingo com a sua família na praia? Como seria a sua viagem de regresso a casa? Sem dinheiro e sem cartões de crédito! Será que pensava que era para os apanhados? Enfim onde quer que se vá, estamos sempre sujeitos a estes percalços, longe vai o tempo onde se podia estar descansado em qualquer lugar… Até aqui no nosso cantinho, de vez enquanto somos confrontados com situações inesperadas! Que fazer em situações idênticas? Estaremos nós preparados para este aumento de marginalidade? Fica a pergunta no ar.

1 Comentários:

Anonymous fn disse...

A Frente Nacional apela a todos aqueles que, independentemente da sua ideologia ou filiação partidária, querem mais justiça, mais liberdade, e um efectivo combate à criminalidade, nas suas raízes e origens, para se juntarem à manifestação do próximo dia 18 de Junho, Sábado, em Lisboa!

Mais info em: www.frente-nacional.org

Não se pode pensar apenas no umbigo, os problemas de Coruche são os problemas de todos os portugueses!

1:11 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial